Site pioneiro no resgate da memória lagartense

Lagarto, 29-04-2017

Roteiro de Redação: da leitura ao texto

Rusel Barroso, 3 de abril de 2010

Com o objetivo de atender às necessidades dos alunos do ensino médio e, por extensão, do curso superior, os professores da Universidade Federal de Sergipe, Antônio Carlos Viana, Ana Valença, Denise Cardoso e Sônia Maria Machado reuniram os seus conhecimentos a serviço da arte de escrever e publicaram um compêndio de redação que se tornou uma obra de valor inestimável para os estudantes de todo o país.

Roteiro de Redação: lendo e argumentando é diferente dos demais guias de produção de texto. Sua estrutura, dividida em dez capítulos, vem mostrar ao leitor os pontos-chave indispensáveis para uma boa leitura e, conseqüentemente, para uma escrita mais aprimorada. Sim, pois a leitura é crucial para se colher informações argumentativas que tornarão sólidas as bases do texto, além de ensinar, a partir de outros escritores, os segredos de um belo estilo e as táticas lingüísticas por eles empregadas.

O livro está impregnado de exemplos minuciosamente escolhidos pelos autores a fim de melhor ilustrar o apontamento em questão, ao mesmo tempo em que desperta uma consciência crítica no estudante por meio das análises interpretativas desses textos. O ponto básico do livro é a sugestão à organização das idéias a partir de uma palavra ou idéia-chave que fará o aluno não perder a sua linha de pensamento e obedecer a um tema seguindo as regras de coerência e coesão.

Os exercícios propostos ao final de cada capítulo são baseados, exclusivamente, em análises de diversos artigos extraídos de jornais e revistas de elevado conceito no âmbito nacional. Tem-se, dessa forma, a possibilidade de conhecer os escritores que sabem, como poucos, utilizar as técnicas que prendem a atenção do leitor.

Quando se quer construir um texto, a maior dificuldade encontrada está em sua introdução. Para resolver este impasse, o Roteiro de Redação traz um apanhado com dezoito formas para se começar um texto. É surpreendente como os autores abordam todas as formas de introdução de maneira prática e objetiva.

Além de chamar a atenção para os desvios mais comumente praticados pelos alunos, para facilitar a escrita, os autores incluíram uma lista de conjunções e outras palavras de ligação e deram ênfase ao uso de conectivos e à ponderação com o vocabulário. Afinal, para se retificar as falhas, é preciso conhecê-las de antemão.

A argumentação é a essência de uma composição dissertativa; algo que não possui regras ou apontamentos para serem ensinados. Esta se forma através da leitura e do conhecimento prévio do escritor. O Roteiro, portanto, propõe textos argumentativos de vários autores e extrai os pressupostos por eles utilizados, mostrando como absorver idéias a partir da leitura e construir o seu próprio senso crítico.

No último capítulo do livro, encontramos vários temas, acompanhados de diversos artigos neles enquadrados, que vão dar subsídios para o aluno. Os temas são polêmicos e atualíssimos, e enfocam questões de redação dos principais concursos vestibulares do país.

Em que pese a apresentação gráfica da capa, cuja ilustração revela uma lente que amplia os horizontes da escrita, o material se volta à essência do trabalho – a valorização do conteúdo textual.

O Roteiro de Redação é um trabalho de extrema seriedade e compõe-se de uma relíquia para alunos e estudiosos da língua. Sua utilização em sala de aula é recomendada, especialmente por trazer a experiência de professores que conhecem os principais problemas enfrentados por aqueles que se propõem a escrever bem.

Comentários:

Deixe uma resposta

Publicações recentes

Outras publicações desse autor