Site pioneiro no resgate da memória lagartense

Lagarto, 26-09-2017

Lagarto – Cidade Ternura

Rusel Barroso, 16 de abril de 2010

Com área de 969,577 km² e  mais de 100.000 habitantes, Lagarto orgulha-se, entre outras coisas, de contar com uma das maiores cidades do estado. O passado de suas igrejas, prédios e monumentos de filhos ilustres,  a exemplo de Sílvio Romero e Laudelino Freire,  convive harmoniosamente  com  a  arquitetura  moderna e a natureza. É atraente a beleza das ruas, avenidas, praças e jardins, que envolve sua gente simples e amiga, sua história, seu folclore, sua culinária típica e seus atrativos naturais.

Um pouco da história de Lagarto é contado por sua gente e está registrado em cada ponto da cidade. Também histórico é o marco que revive os primeiros acontecimentos da colonização do município, localizado no povoado Santo Antônio. Segundo historiadores, duas versões conduzem ao nome do município: a existência de uma pedra em forma de lacertílio, às margens de um riacho; o registro de um brasão com a marca de um lagarto, deixado por uma família de nobres portugueses.

Em Lagarto, os logradouros no centro da cidade ainda guardam o aspecto do século passado, destacando-se algumas ruas estreitas como o Calçadão da D. Pedro II e a Rua Acrísio Garcez.

Na Colônia Treze, a 15 minutos da cidade, encontra-se uma das igrejas mais atraentes já vista, cujas paredes externas são cobertas de grama com o aspecto cônico-piramidal.

O  convívio  com  a  natureza  fascina a  todos  que  descobrem  a beleza  natural  da  Serra  da  Miaba, na divisa entre municípios, – não obstante o seu ponto culminante seja a Serra dos Oiteiros (500m) – e  aqueles  que  visitam  os remanescentes do Balneário Bica e a cachoeira do Saboeiro, onde o verde e as águas convivem lado a lado.

Para diversão de seus moradores e visitantes, a “Cidade Ternura” conta com clube de serviço, pizzarias, choperias, casas de música, restaurantes, ginásios de esporte, parque de vaquejada, estádio de futebol e o espaço livre da Barragem Dionísio Machado, áreas destinadas ao lazer e às apresentações culturais e esportivas. As festas e exibições folclóricas são também características da cidade, com destaque para a Festa da Excelsa Padroeira “Nossa Senhora da Piedade” e a Exposição-Feira de Animais, realizadas no mês de setembro. Os festejos de São João e São Pedro estão reservados em seu calendário para o mês de junho com apresentações de quadrilhas, fogueiras, fogos de artifícios e comidas típicas, onde a maniçoba e o ginete não podem faltar. A tradição das festas natalinas também é mantida pelos seus habitantes.

Localizada no centro-sul do estado, a 75 Km da capital, Lagarto dispõe de eficiente sistema de transporte com rodovias em bom estado de conservação, sendo portanto, passagem indispensável para os turistas que visitam o Nordeste.

Na área de serviços, Lagarto conta ainda com bons hotéis, pousadas, estabelecimentos bancários, agências de viagem, clubes, hospitais, maternidades etc.

Saindo do centro da cidade estão os bairros: Cidade Nova, Aldemar de Carvalho, Novo Horizonte, Horta, Pacheco, Gomes, Loiola, Matinha, Libório, Jardim Campo Novo, Alto da Boa Vista e os conjuntos residenciais: Sílvio Romero, Laudelino Freire e Jardim Santo Antônio.

O seu progresso reflete o desenvolvimento do município – hoje possuidor de grandes empresas, emissoras de rádio, faculdade, pólo universitário e de uma quantidade de veículos e pessoas em movimento no trânsito -, o que traduz a pujança da sua gente.

Enfim, há inumeráveis razões que tornam obrigatória sua passagem pela terra que os lagartenses souberam construir com muito amor.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicações recentes

Outras publicações desse autor