Site pioneiro no resgate da memória lagartense

Lagarto, 20-10-2014

Baile de debutantes realiza o sonho de jovens atendidas pelo PETI

20 de dezembro de 2010

Completar 15 anos, para todas as meninas, é a passagem para uma nova fase. Antigamente, a partir desta idade, a jovem moça passava a frequentar reuniões sociais, a usar roupas mais adultas e tinha permissão para namorar. Para as famílias com uma situação financeira favorável, um baile de debutantes é quase que uma obrigação, onde elas recepcionam seus convidados em um salão de festas; primeiro usam um vestido bonito e simples, e depois de meia noite, a menina-mulher, veste um lindo vestido de gala para dançar valsa com seu pai, tudo para representar que ela deixa de ser menina para se tornar uma mulher. Infelizmente, nem todas as famílias têm condições para realizar um baile de debutante para as suas filhas; não que elas não mereçam.

Para cerca de 50 jovens, atendidas pelo Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), no dia 16 de dezembro, esse sonho foi possível graças à Secretaria do Desenvolvimento Social que realizou uma linda festa. Na história da Prefeitura de Lagarto, não existiam registros de uma festa em que realizasse um debut e ao mesmo tempo o sonho de meninas que pensavam que uma noite de princesa estivesse longe da realidade delas.

De acordo com a secretária do Desenvolvimento Social, a primeira-dama Andresa Nascimento, a ideia surgiu ainda no inicio do ano. “Começamos a realizar as pesquisas e identificamos que 55 meninas completariam 15 anos no ano de 2010. Os encaminhamentos foram iniciados, com palestras que foram explicativas de como seria este evento, e este baile é culminância de todo um projeto sociocultural com meninas das 13 unidades do Peti”, informou.

O baile de debutantes contou com tudo que tinha direito: uma linda estrutura foi ornamentada especialmente para atender as debutantes e as suas famílias, digna de conta de fadas. Houve entrada triunfante das jovens e os seus padrinhos por um tapete, chuva de prata, benção religiosa com o Pastor Sidicley, entrega de placas comemorativas, valsa e cobertura fotográfica e de filmagem.

Dona Josete agradeceu em nome de todas as mães das jovens: só me resta agradecer essa festa maravilhosa que a Prefeitura de Lagarto proporcionou para as nossas filhas: “A noite foi perfeita e mágica”, disse. Já para a debutante Daislane Santos, o baile superou as suas expectativas: “Não imaginei que ganharia uma festa desse porte e vou levar essa noite inesquecível e alegre para o resto da minha vida”, disse.

O prefeito Valmir Monteiro falou da sua felicidade e satisfação em proporcionar junto à primeira-dama Andresa Nascimento, à coordenadora do Peti em Lagarto, Conceição Alves, e os profissionais que integram a Secretaria do Desenvolvimento Social, a festa para as debutantes. “Estamos realizando o que é melhor na área social, que é fazer o bem e ajudar a quem precisa. Isso é que traz felicidade e engrandece a vida pública. A intenção desta festa não é fazer uma ação político-partidária, mas fazer o que é certo, com ações que beneficiam diretamente os lagartenses e que todos vão lembrar para sempre”, disse.

Por Daniela Domingos – Jornalista / Daniel Coelho – Artes Visuais e Designer /  Júnior fotógrafo (Secom/PML)

Comentários:

Deixe uma resposta