Site pioneiro no resgate da memória lagartense

Lagarto, 16-10-2021

Jogo torturante (Cleiber Vieira*)

3 de abril de 2021

O jogo político praticado no Brasil, atualmente, desmoraliza não só a política, mas a ciência e a justiça também. Senão vejamos:

Aristóteles definiu a política como a ciência cujo objetivo é a felicidade humana com ética, para o bem-estar da coletividade. Não é o que acontece no momento. Aqui, no Brasil, os governantes agem como algozes da nação. Pois bem: esses políticos não respeitam, por exemplo, a religião, seja qual for. Religião, que serve de freio às paixões. Não há uma linguagem que nos sirva de apoio, até porque um percentual enorme desses políticos não sabe o que é ética. Não há seriedade em relação ao que é público e não existe também pudor, transbordam baixezas.

A ciência é considerada uma vaca que nos dá apenas o meio de fazer manteiga ou serve como o cemitério de ideias mortas, como disse o ensaísta, romancista, poeta e filósofo espanhol Miguel de Unamuno, que foi deputado de 1931 a 1933 pela região de Salamanca. A ciência deveria ser uma verdadeira escola moral ensinando aos homens o amor e o respeito à verdade, sem a qual, é nada. Não há bom senso entre homens de ciência, talvez pela influência dos maus políticos.

Por onde anda a justiça? Quem ou o que é ela, que deveria tratar de descobrir a inocência, não a culpa? Kant diz em sua magistral obra: se a justiça desaparecesse um dia, a vida dos homens não valeria um ceitil. Estamos assistindo a isso nos dias de hoje em nossa pátria. Aonde estamos indo afinal, a uma guerra civil? Uma guerra em que vitorias desnecessárias tornar-se-ão crimes. Uma guerra que deverá poupar mais covardes que bravos? O país está fora dos trilhos há muito tempo; e o acidente é certo. Essa é a nossa política, em que um suplício inconcebível nos levará à tortura de um inferno dantesco.

*Presidente da Associação Sergipana de Imprensa

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *