Site pioneiro no resgate da memória lagartense

Lagarto, 24-01-2018

Faculdade AGES Monografia

 

Lista de defesa  de monografia 2017.2  –  1° grupo

.

ACADÊMICO

ORIENTADOR TEMA

DATA

JOSÉ LUCAS RODRIGUES DE OLIVEIRA 1. Prof. José Marcelo

 

Prova testemunhal e falsas memórias 23/01/18 –

19 horas – Aud. Nadja

RAMON ANDRADE DOS SANTOS 1. Prof. José Marcelo

 

O neoliberalismo como terapia de choque 23/01/18 –

19h15  – Aud. Nadja

AGAMENON FELIX ELPIDIO 1. Prof. José Marcelo

 

AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA: modelo, aplicação, nulidade e impactos no sistema penal Brasileiro 23/01/18 –

19h30  – Aud. Nadja

ENALDO TORRES FERNANDES SOBRINHO 1. Prof. José Marcelo

 

JUIZADOS ESPECIAIS E SUA DESFIGURAÇÃO SISTÊMICA: abarrotamento do sistema de justiça comprometendo sua prestação jurisdicional 23/01/18 –

19h45  – Aud. Nadja

PAULO ROBERTO DALTRO DE CARVALHO 1. Prof. José Marcelo

 

SAÚDE E SOLUÇÕES JUDICIAIS: efetivação dos direitos sociais 23/01/18 –

20 horas  – Aud. Nadja

MATHEUS CAIRO PEREIRA MAGALHÃES 1. Prof. José Marcelo

 

PRIVATIZAÇÃO DO DIREITO PENAL: inconstitucionalidade (não recepção) do assistente de acusação 23/01/18 –

20h15  – Aud. Nadja

MARCOS CLÁUDIO BARBOSA CARDIM

 

1. Prof. José Marcelo

 

RELIGIÃO E CONSTITUCIONALIDADE SOB O PRISMA DIALÓGICO DE HABERMAS-HÄBERLE: laicidade pós-secular e a democratização da jurisdição constitucional  na análise da PEC n° 99/2011 23/01/18 –

20h30  – Aud. Nadja

ELISANDRO CAVALCANTE ARÃO 1. Prof. José Marcelo

 

DEFENSORIA PÚBLICA: acesso à justiça na 1ª Vara Criminal da Comarca de Euclides da Cunha/BA 23/01/18 –

20h45  – Aud. Nadja

EDGAR DE JESUS RODRIGUES 1. Prof. José Marcelo

 

A IMPLANTAÇÃO DO PROCESSO ELETRÔNICO NA COMARCA DE EUCLIDES DA CUNHA/BAHIA: os obstáculos enfrentados para adequação aos princípios constitucionais 23/01/18 –

21 horas  – Aud. Nadja

CECÍLIA GOMES DE SANTANA 1. Prof. José Marcelo

 

MINISTÉRIO PÚBLICO, INVESTIGAÇÃO CRIMINAL: legitimidade e controvérsias 23/01/18 –

21h15  – Aud. Nadja

MANOELA SANTOS DA SILVA 1. Prof. Jameson

 

O ALZHEIMER E AS CONTRIBUIÇÕES DA NEUROPSICOLOGIA NO TRATAMENTO DO ACOMETIDO: um estudo das produções científicas do Conselho Federal de Psicologia após o decreto 002/2004 25/01/18 –

19 horas  – Aud. Nadja

DENISE BARBOSA SANTOS 1. Prof. Jameson

 

O PAI DA HORDA PRIMEVA EM MOISÉS E O MONOTEÍSMO: uma análise estrutural da narrativa 25/01/18 –

19h15  – Aud. Nadja

UELITON SANTOS MOREIRA PRIMO 1. Prof. Jameson

 

REFLEXÕES FEMINISTAS SOBRE O ABORTO: análise Crítica dos Discursos dos Códigos Penais de 1830, 1890 e 1940

 

25/01/18 –

19h30  – Aud. Nadja

YARA MATOS SOUSA 1. Prof. Jameson

 

Estudo comparativo entre clínica ampliada conforme as cartilhas do SUS e clínica peripatética à luz de Antônio Lancetti

 

25/01/18 –

19h45  – Aud. Nadja

TALITA NASCIMENTO RIBEIRO 1. Prof. Jameson

 

O MENOR INFRATOR E AS MEDIDAS SOCIOEDUCATIVAS: uma análise a partir do contexto do ECA e do SINASE

 

25/01/18 –

20 horas  – Aud. Nadja

JULIANA BORGES DE OLIVEIRA 1. Prof. Jameson

 

O CONCEITO DE IMAGINAÇÃO EM VIGOTSKI: uma análise estrutural 25/01/18 –

20h15  – Aud. Nadja

MIRIAN DOS SANTOS 1. Prof. Jameson

 

Uma leitura histórico-cultural da dificuldade de aprendizagem 25/01/18 –

20h30  – Aud. Nadja

LUIZ FERNANDO RIBEIRO DE SALES 1. Prof. José Marcelo

 

O NOVO CONSTITUCIONALISMO LATINO-AMERICANO: uma aproximação aos modelos equatoriano e boliviano 25/01/18 –

20h45  – Aud. Nadja

JOANA ANDRADE CRUZ 1. Prof. Rodrigo Leal

 

HÁBITOS ALIMENTARES DOS PROFISSIONAIS DA FEIRA LIVRE DE SITIO DO QUINTO, RELACIONADO AO PROCESSO SAÚDE E DOENÇA 26/01/18 –

9h15  – Aud. Nadja

MICHELLY OLIVEIRA DE ANDRADE 1. Prof. Rodrigo Leal

 

ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM À CRIANÇA AUTISTA: uma revisão integrativa 26/01/18 –

9h30  – Aud. Nadja

PAULO THOMAZ OLIVEIRA FELIX 1. Prof. Rodrigo Leal

 

AS PERCEPÇÕES DOS ENFERMEIROS FRENTE A RELIGIOSIDADE/ESPIRITUALIDADE NA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO CUIDADO DA CRIANÇA COM CÂNCER: uma revisão integrativa de literatura 26/01/18 –

9h45  – Aud. Nadja

LUCIANA DOS ANJOS FARIAS 1. Prof. Rodrigo Leal

 

FATORES DE RISCO AO IDOSO COM BASE NA APLICAÇÃO DA ESCALA DE KATZ EM INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS NA CIDADE DE LAGARTO (SE) 26/01/18 –

10 horas  – Aud. Nadja

QUEILA RAIANE DE OLIVEIRA AMORIM 1. Prof. Rodrigo Leal

 

PUERICULTURA: atuação do profissional de enfermagem na abordagem sobre a utilização da caderneta de saúde da criança como meio de prevenção em agravos infantis 26/01/18 –

10h15  – Aud. Nadja

SARA DOS SANTOS BRUNET 1. Prof. Rodrigo Leal

 

ICTERÍCIA NEONATAL : ANÁLISE DA SINTOMATOLOGIA E IMPORTANCIA DOS CUIDADOS DE ENFERMAGEM. UMA REVISÃO INTEGRATIVA 26/01/18 –

10h30  – Aud. Nadja

DEIZE VIDAL DE CARVALHO 1. Prof. Rodrigo Leal

 

ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NA QUALIDADE DE VIDA ÀS MULHERES MASTECTOMIZADAS: uma revisão integrativa 26/01/18 –

10h45  – Aud. Nadja

ELENILDE DA SILVA CONCEICAO CRUZ 1. Prof. Saulo

 

As Representações Sociais da Violência Doméstica Contra as Mulheres no Município de Itiuba (BA) 26/01/18 –

14 horas  – Aud. Nadja

MARIA XAVIER DA SILVA 1. Prof. Saulo

 

Perfis suicidas – Estudo do adoecimento psíquico na cidade de Fátima (BA) entre os anos de 2000 a 2016 26/01/18 –

14h15  – Aud. Nadja

LETICIA NASCIMENTO COSTA 1. Prof. Saulo

 

TRANSEXUALIDADE E OS DESAFIOS ENFRENTADOS NA CIRURGIA DE MUDANÇA DE SEXO: Estudo teórico 26/01/18 –

14h30  – Aud. Nadja

MARIA IVONETE DOS SANTOS SILVA 1. Prof. Saulo

 

Análise de práticas preventivas e suporte biopsicossocial do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) às mulheres soropositivos no município de Araci 26/01/18 –

14h45  – Aud. Nadja

NEUMA BARBOSA DE MATOS 1. Prof. Saulo

 

A ATUAÇÃO DO(A) PSICÓLOGO(A) DO CENTRO DE REFERÊNCIA DA ASSISTÊNCIA SOCIAL COM AS FAMÍLIAS DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA EM DESCUMPRIMENTO DE CONDICIONALIDADES NA CIDADE DE SANTA BRÍGIDA (BA): estudo de caso 26/01/18 –

15 horas  – Aud. Nadja

THAIS MOTA LOURENCO 1. Prof. Saulo

 

VIVÊNCIAS DE UMA MULHER QUE SOFREU ABUSOS SEXUAIS NAS RELAÇÕES CONJUGAIS E A CONSTRUÇÃO DOS PROCESSOS DE SUBJETIVAÇÃO E IDENTIDADE: estudo de caso 26/01/18 –

15h15  – Aud. Nadja

BRUNA GRAZIELA VARJÃO DE ALMEIDA NOGUEIRA 1. Prof. Humberto

 

A prática da automedicação por acadêmicos de enfermagem de um Centro Universitário 26/01/18 –

19 horas – Aud. Nadja

REBECA CARDOSO DE JESUS 1. Prof. Humberto

 

  TRATAMENTOS ALTERNATIVOS À TRANSFUSÃO DE SANGUE: aspectos éticos, legais e religiosos 26/01/18 –

19h15  – Aud. Nadja

LIELSON DOS SANTOS FERREIRA 1. Prof. Humberto

 

  ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NO PARTO HUMANIZADO NO BRASIL: revisão integrativa de literatura 26/01/18 –

19h30  – Aud. Nadja

CLEBER FERREIRA DA SILVA 1. Prof. Humberto

 

  USO DE EPI PELA EQUIPE DE ENFERMAGEM NO AMBIENTE HOSPITALAR: uma revisão integrativa da literatura 26/01/18 –

19h45  – Aud. Nadja

DANIELA FONSECA MATOS 1. Prof. Humberto

 

 Adesão dos enfermeiros da estratégia de saúde da família aos equipamentos de proteção individual e normas de biossegurança 26/01/18 –

20 horas  – Aud. Nadja

GICEMAI BATISTA DE VASCONCELOS 1. Prof. Humberto

 

Assistência de enfermagem ao paciente acometido por Acidente Vascular Cerebral 26/01/18 –

20h15  – Aud. Nadja

NILSA DE OLIVEIRA SANTOS 1. Prof. Humberto

 

Assistência de enfermagem intra-hospitalar ao paciente acometido por Acidente Vascular Encefálico (AVE) 26/01/18 –

20h30  – Aud. Nadja

MARIA VANESSA SANTANA DE SOUSA OLIVEIRA

 

1. Prof. Humberto

 

 ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM DURANTE O         TRABALHO DE PARTO E PÓS-PARTO: Revisão Integrativa 26/01/18 –

20h45  – Aud. Nadja

LUANDA SANTANA MATOS

 

1. Prof. Humberto

A realização do exame citopatológico no período gestacional

26/01/18 –

21 horas  – Aud. Nadja

 

 

ORIENTAÇÕES SOBRE FORMATURA.

.

COMISSÃO DE FORMATURA – deve ser oficializada a partir da escolha dos membros pela turma e registrada em ata com as assinaturas dos que participaram da escolha e, ao final a menção de todos os membros que irão compô-la. (cópia da ata deve ser entregue no Conselho de Ética para qualquer eventualidade, bem como os nomes dos integrantes , acompanhados de telefones e e-mails para contatos.)

PLACAS – não se antecipe com confecção antes de participar da reunião com o coordenador de formatura do UniAGES, pois a partir do semestre 2017.2 a instituição apresentará dois modelos oficiais ( com fotos individuais ou fotos coletiva).

PLACAS E CONVITES de formatura devem ser passados por revisão e formatação homologados pelo Coordenador de Cerimonial do UniAGES, antes da confecção. Se não estiverem no padrão oficial, não serão aprovados pela nossa IES. Em caso de dúvida, consultar o Prof. Rusel ou a Sra. Flávia, no Gabinete da Vice-reitoria.

Tamanho padrão da placa: 1m x 0,70cm

PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS – somente a solenidade de colação de grau é obrigatória, contudo, o aluno pode optar pela colação de grau: SOLENE – realizada com vestes talares (beca e capelo) e a presença de homenageados e oradores. NÃO SOLENE – realizada com traje social, congregando os alunos interessados.

As despesas de ornamentação dos espaços de eventos de formatura: aula da saudade, momento de ação de graças, descerramento de placa, colação de grau e baile de formatura são cuidadas pelos alunos quanto às instituições prestadoras de serviço. Portanto, são os alunos que devem inteirar-se com as Comissões quanto às despesas e contratos para, desse modo, evitarem desconfortos e desentendimentos posteriores.

Compete ao UniAges, apenas, a oferta do espaço para Colação de Grau, Aula da Saudade e Descerramento da Placa com serviço de áudio gratuito para locução, sendo a ornamentação e outros interesses dos alunos de responsabilidade de suas turmas. Lembrando que não há cobrança de valores para o estudante em favor da instituição.

ADVERTÊNCIA: recomendamos todo cuidado ao realizar contratos antecipados com prestadores de serviços, pois o término do curso nem sempre acontece na mesma data para todos por motivos de reprovação, desistência, carga horária incompleta, entre outros, cuja responsabilidade por tais falhas não compete à instituição, nem garante a devolução de valores por parte do prestador de serviço, a menos que esteja registrado no contrato.

 ..

Manual de monografia do UniAGES
 
..

Algumas recomendações importantes para quem vai defender monografia

– apresentação: de aproximadamente 20 minutos com tolerância de 5 minutos + 15min para questionamentos da Banca;

– no máximo 2 slides por capítulo, sem jamais exceder 10 slides no total;

– nunca interromper a Comissão Examinadora;

– dirigir-se aos integrantes da Banca pela expressão ‘professor(a) + nome’

– respostas aos questionamentos sem prolixidade (de um 1 a 2 minutos para responder a cada pergunta do examinador é o suficiente)

– chegar 20 minutos antes do horário programado para organizar ‘slides’ e outros elementos de que precisará. De outro modo, poderá ser impedido de apresentar o trabalho.

– agradecimentos devem ser evitados, uma vez que o aluno está em avaliação.

– cumprimentos depois da avaliação (no recinto), também devem ser evitados, uma vez que o resultado só será divulgado posteriormente.

– Ao concluir a defesa é obrigação do aluno solicitar o material de recomendações aos integrantes da Banca Examinadora, evitando, assim, dificuldade para localizá-los e iniciar os ajustes do seu trabalho para encadernação em capa dura.

– Referência obrigatória do Manual de Monografia da AGES a ser mencionada no trabalho:

SANTOS, José Wilson dos; BARROSO, Rusel Marcos Batista. Manual de Monografia da AGES: graduação e pós-graduação. Paripiranga: AGES, 2016.

.

LISTA DE DEFESAS

Caros Acadêmicos e Professores:

Sempre verificar a lista de publicações, pois ocorrem defesas em horário contrário ao da aula.

Recomenda-se ao aluno dialogar com o orientador, previamente, confirmando a data.
O aluno deve chegar ao recinto uma hora antes de sua apresentação para organização do material e outros procedimentos.
> Não utilizar ‘slides’ em excesso. Máximo de 2 slides por capítulo com tópicos. <
Apresente-se em traje social ou com vestes que remetam ao seu curso: (jaleco, paletó, guarda-pó…)
 .

DADOS PARA SOLICITAÇÃO DA AUTORIZAÇÃO PARA PESQUISA

Para elaborarmos a Autorização para Pesquisa, precisamos das seguintes informações:

Nome completo do acadêmico

Curso

Orientador

Tema da monografia

Instituição em que fará a pesquisa

Responsável pela instituição (diretor, coordenador, secretário)

Cidade/Estado

.

 

.

.
.